Super-heróis nacionais pela Editora Nemo

Por Marcelo Naranjo 

Está chegando às livrarias Força Animal - A Aventura Começa! (formato 20 x 28 cm, 24 páginas, R$ 14,90), HQ de estreia da nova série nacional da Editora Nemo, com roteiro de Wellington Srbek e desenhos de Kris Zullo.

Na trama, o corredor Jonathan, a ginasta Helena, o judoca Tales e o nadador Artur são jovens amigos que levam uma vida agitada como qualquer adolescente. Adoram praticar esportes, comer sanduíches no almoço e se divertir com os amigos. Porém, um perigo iminente ameaça a natureza e eles terão de assumir grandes responsabilidades.

O maléfico Lorde Decano vem juntando forças para destruir a natureza, disseminar a poluição e, assim, transformar o mundo em um lugar sem vida. Para isso, seu primeiro ataque é voltado à Árvore da Vida, e seus agentes, formados por poluentes químicos, já estão a caminho. Mas Naturalis, uma elemental protetora da natureza, decide interferir: ela escolhe e convoca Jonathan, Helena, Tales e Artur, para ajudá-la na luta contra o vilão.

Os jovens aceitam o desafio e ganham amuletos mágicos que lhes dão poderes com as características de animais brasileiros. Agora, o líder Jonathan possui os poderes de supervelocidade e camuflagem da jaguaruna. Helena (harpia) pode voar e lançar raios de energia. Tales tem a tenacidade do tatu, além de garras afiadas e uma couraça super-resistente, e o pequeno Artur (aruanã) é capaz de nadar como um peixe e manipular volumes de água.




Visto no UNIVERSO HQ

Hadrian Marius: 14,90 por 24 páginas?

Lucas da feira ganha um novo álbum

Anunciado para o mês de novembro o lançamento do álbum em quadrinhos “Sant’Anna da Feira, Terra de Lucas”, que contará com um pré-lançamento no estado do Rio de Janeiro e três lançamentos na Bahia, nas cidades de Feira de Santana, Cachoeira e na capital Salvador.

Patrocinado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), com os recursos do Fundo de Cultura, o álbum narra em 180 páginas a conturbada história de Lucas da Feira, escravo rebelde que se notabilizou como líder de um afamado bando de salteadores da Bahia provincial na primeira metade do século XIX.

A história tem pesquisa histórica, iconográfica e roteiro de Marcos Franco e ilustrações de Hélcio Rogério. Em 2010, a dupla já havia trabalhado junto em outro álbum de cunho histórico: Lucas da Vila de Sant’Anna da Feira, material que lhes rendeu o Prêmio Ângelo Agostini em três categorias e uma indicação ao Troféu HQMIX, considerado o “Oscar” do quadrinho nacional.




Hadrian Marius: Fico só imaginando a trabalheira que Marcos Franco teve para levantar os dados históricos e iconográficos para a feitura do álbum. Somente por isso já merece nosso respeito, parabéns e admiração. Mas, cá entre nós, este tipo de gibi só serve para conseguir recursos públicos e empoeirar estantes de  bibliotecas de escolas. Infelizmente não acrescenta nada para a popularização de gibis de lavra nacional. Pronto... Falei!!

Post 358 O Retorno!

Olá?! Ainda tem alguém aqui?! Alguém ainda aparece nesta espelunca mesmo depois de tanto tempo de abandono?
De qualquer forma estou de volta – depois de um longo período preso numa ilha deserta sem comunicação com o mundo exterior, ou seja, sem acesso a rede. Não direi que foi um tempo perdido – porque não foi.
Às vezes precisamos isolar o ruído de fundo para que possamos nos lembrar de nossos objetivos, do que é importante, e o que realmente queremos fazer e sermos.
Mas, vamos à parte que interessa: blog voltara a ser atualizado com certa regularidade – pelo menos uma vez por semana. Falaremos de quadrinhos, animação e muito mais. Prometo que vez ou outra publicarei algum conto ou roteiro.
É isso...