SBB 404 EDF Tamoyo

SBB 404 EDF TAMOYO

COMENTÁRIOS:
Penultima nave classe andromeda a ser construída o EDF Tamoyo - SBB 404 - entrou em serviço logo após a destruição da Gatlantis por parte da Patrulha Estelar. É desta época seu batismo de fogo quando ajudou a debelar os ultimos focos de resistência cometina. Durante a Guerra Golba participou do assalto final contra as forças de ocupação sendo seriamente avariada. Após os reparos tornou-se nau-capitanea da Esquadra de Defesa de Alfa-Centauri. Lá permaneceu até ser recolhida, no inicio de 2205 aos estaleiros da EDF para atualizações de seus sistemas. Os eventos daquele ano levaram o Tamoyo a integrar a Força de Exploração. Durante esta missão é digno de nota o fato do SBB 404 ter resgatado e protegido Lorde Wendern e sua filha contra diversos ataques das forças da Federação Polar. Em 2206 o Tamoyo participou ativamente da escolta dos comboios de evacuação travando diversos combates contra unidades dinguils no processo. Enviado para a reserva da EDF em 2208 lá permaneceu até ser convocado para levar a Patrulha Estelar para as Exéquias de Deslock em 2212. Data desta época seu ultimo confronto contra naves hostis. Novamente recolhido a reserva lá permaneceu até ser sucateado em 2215.

CARACTERISTICAS
FILIAÇÃO: Federação dos Governos da Terra COMISSIONADO: 2201 AD TIPO: Encouraçado Espacial - SBB CLASSE: AndromedaMASSA: 98.000 tons COMPRIMENTO: 275 m LARGURA: 45.8 m

RESISTENCIA
BLINDAGEM: 0 INTEGRIDADE: 11

TRIPULAÇÃO
OFICIAIS: 20 MARINHEIROS: 100 FUZILEIROS: 20 ALA AEREA: 90 PASSAGEIROS: 30

SISTEMAS DE ENERGIA E PROPULSÃO
MAQUINA DE MOVIMENTO DE ONDAS REATOR DE FUSÃO

VELOCIDADES
VELOCIDADE DE CRUZEIRO: 10.5 NÓS ESPACIAIS (Cada nó espacial equivale a 150.000.000.km/h )
REVERSÃO : 7.2 AL/6 MINUTOS ( Logo após cada reversão os tripulantes devem fazer um cheque normal de saude para se recuperar do choque da transição, se falhar deve-se proceder como se fosse um dano menor. Para reversões que ultrapassem 100 al deve se aplicar um redutor de -1, cumulativo, no teste para cada 10 ano-luz a mais )
SISTEMA DE VÔO ATMOSFÉRICO: MACH 3

SENSORES
COMUNICADOR DE LONGA DISTANCIA SUBESPACIAL: baseado na tecnologia que permite a reversão este equipamento permite a comunicação entre as naves e bases da EDF. Infelizmente o sistema não é perfeito e a comunicação não é instantanea e o envio de Audio/ Video é feito a velocidade de 5 segundos por ano luz.
SONAR DE SUBESPAÇO: Este sistema permite a identificação de objetos em movimento no subespaço num raio de 5.000 km.
RADAR TAQUIONICO DE LONGA DISTANCIA: rastreia e identifica até 200 belonaves num raio de 20.000 km.

ARMAMENTOS
ARMAMENTO ESPECIAL
2x ARMAS DE MOVIMENTO DE ONDA: A arma suprema das forças terrestres, Seu poder de destruição é espantoso, tendo contra apenas o fato de que sua recarga é demorada. E que para carrega-la toda a energia da nave deve ser desviada para o mecanismo - deixando-a nave vulneravel por longos, e perigosos, 5 minutos.
RDF: 1 ALCANCE PADRÃO: 60.000 km ALCANCE MAXIMO: 70.000 km EQUIVALENTE EM EXPLOSIVOS: 185.000 kg

ARMAMENTO PRINCIPAL
12x CANHÕES DE IMPACTO PESADOS; dispostos em três reparos triplos: subistituindo os ultrapassados canhões laser pesados os canhões de impacto dispoem de uma grande gama de munição sendo a mais comum os Cartuchos de Plasma.
RDF: 20 ALCANCE PADRÃO: 10.000 km ALCANCE MAXIMO: 15.000 km EQUIVALENTE EM EXPLOSIVOS: 1.300 kg

ARMAMENTO SECUNDARIO
6x TUBO DE LANÇAMENTO DE TORPEDOS PESADOS: última linha de defesa num embate entre belonaves os torpedos são armas muito eficientes. Eficiencia esta derivada de sua guiagem feita desde o veiculo lançador até o alvo.
RDF: 3 ALCANCE MAXIMO: 1.928 km OGIVA: 2.250 kg

ARMAMENTO DEFENSIVO
20x CANHÕES LASERS, dispostos em baterias duplas: o sistema antiaereo das Andromedas e operado por um computador dedicado. As naves desta classe foram as primeiras a receber este sistema que depois foi incorporado em todas as naves da EDF.
RDF: 50 ALCANCE PADRÃO: 5 km ALCANCE MAXIMO: 7 km EQUIVALENTE EM EXPLOSIVOS: 30 kg

10x LANÇADORES DE MISSEIS: A velocidade reduzida e a falta de sistemas eficientes tem limitado em muito atuação dos misseis no espaço sideral sendo que eles foram relegados a função de armas de defesa; tarefa que tem cumprido satisfatóriamente.
RDF: 10 ALCANCE MAXIMO: 804 km OGIVA: Variavel/ Tipicamente 253 kg

2x LANÇADORES DE CARGAS SUBESPACIAIS: o confronto com submarinos de subespaço originou o desenvolvimente desta arma que tem a função de combater seu alvo no mesmo ambiente em que se esconde, fora do alcance das armas convencionais.
RDF: 10 ALCANCE MAXIMO: 10 km (subespaço) OGIVA: 280 kg

GRUPO AEREO EMBARCADO
Astro-Caças : 30 Cosmo Tigers. Barco Torpedo: 2 Cosmo Jaguar. Shuttle: 1 Cosmo HoundAWACS: 2 Cosmo VisionOutras Naves: 10



Nenhum comentário:

Postar um comentário